Leflunomida na farmácia de alto custo terá entrega parcial para os pacientes

O medicamento leflunomida está em falta nas farmácias de alto custo de todo o Brasil, no mês de junho os pacientes receberão o medicamento para 15 dias de tratamento, pois o Ministério da Saúde enviou apenas 55% da quantidade necessária para abastecer as farmácias de alto custo durante o 2º trimestre de 2021.

Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, em resposta a questionamentos do Movimento Medicamento no Tempo Certo, informou no dia 2 de junho de 2021 que:

O desabastecimento de leflunomida se deve ao atraso na entrega pelo Ministério da Saúde. O fornecedor do MS não tem cumprido os prazos contratuais, o que tem impactado nas entregas nos Estados.

O leflunomida que o Ministério da Saúde, deveria ter sido entregue na segunda quinzena de março de 2021, foi entregue na segunda quinzena de maio de 2021, de forma parcial (apenas 55% da quantidade necessária).

O medicamento encontra-se em processo de distribuição para as Farmácia de Alto Custo do estado de São Paulo, com previsão de entrega até o fim da próxima semana. Entretanto, todos os pacientes receberão tratamento para apenas 15 dias, no máximo, devido à pequena quantidade que recebemos.

O Ministério da Saúde, enviou 55% da quantidade necessária para 3 meses de tratamento, portanto, os pacientes vão receber 15 dias de tratamento, o abastecimento somente será regularizado quando o Ministério da Saúde realizar uma nova remessa de medicamentos.

Orientações aos pacientes que estão sem Leflunomida:


✓Registre uma reclamação na Ouvidoria do SUS, disque 136 e na Ouvidoria do seu Estado.

✓Divulgue a falta de medicamento nas redes sociais e marque os perfis do Ministério da Saúde.

Faça parte do Movimento Medicamento no Tempo Certo, preencha o formulário no link: https://pt.surveymonkey.com/r/faltademedicamentoSUS
Se você já preencheu o formulário e ficou novamente sem medicamento, solicitamos que preencha novamente para que possamos quantificar a sua denúncia.

Deixe uma resposta