Orientações: vacinação contra a covid 19 no Estado de São Paulo para o grupo de pacientes imunossuprimidos e com comorbidades

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (5) a vacinação contra COVID-19 para novos grupos com comorbidades e deficiências a partir da próxima semana, incluindo grávidas, puérperas e adultos com idade de 55 a 59 anos.

Início da vacinação em SP: 12 de maio de 2021

✓Grupo: Pacientes com comorbidades ou imunossupressão

✓Faixa etária: 55 a 59 anos

Pessoas nesta condição e fora desta faixa etária, devem aguardar a chamada para o seu grupo etário, dentro do grupo de comorbidades e imunossuprimidos.

Vacina covid SP Biored

Pacientes com comorbidades ou imunossupressão, são considerados todos que fazem parte do grupo definido pelo Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde;

  • Anemia falciforme e talassemia maior (hemoglobinopatias graves)
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Cardiopatias congênitas no adulto
  • Cirrose hepática
  • Cor-pulmonale (alteração no ventrículo direito) e Hipertensão pulmonar
  • Diabetes mellitus
  • Doença Cerebrovascular
  • Doença da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
  • Doença renal crônica
  • Doenças Cardiovasculares
  • Hipertensão arterial – estágio 3
  • Hipertensão arterial – estágios 1 e 2 com lesão e órgão-alvo e/ou comorbidade
  • Hipertensão arterial resistente (HAR)
  • Hipertensão pulmonar
  • Pacientes Imunossuprimidos
  • Insuficiência cardíaca (IC)
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias
  • Obesidade mórbida
  • Pneumopatias crônicas graves
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
  • Síndromes coronarianas
  • Valvopatias

Documentos necessário no momento da vacinação:

Segundo o Ministério da Saúde e o Governo de São Paulo, para serem vacinados não é obrigatório a  apresentação do relatório médico. O paciente poderá apresentar qualquer documento que comprove a condição exigida para vacinação neste grupo de prioridades, sendo válido:

  • Receitas dos medicamentos utilizados para tratar a doença, sendo válido por exemplo, os documentos que comprovam o recebimento de medicamentos por meio da farmácia de alto custo;
  • Exames que comprovam a doença,
  • Relatório médico: para aqueles pacientes que já possuírem, não sendo obrigatório a apresentação de relatório médico;
  • Prescrição médica para a vacina, não sendo obrigatório.

Segundo a recomendação da Sociedade Brasileira de Reumatologia, todos os pacientes com doenças reumáticas do tipo imunomediadas devem ser vacinados contra a vacina do coronavírus.

Segundo o PNI (Programa Nacional de Imunização), os pacientes com doenças reumáticas imunomediadas em uso de imunossupressores são contemplados pelo grupo de risco por comorbidades e imunossupressão.

Calendario vacina covid SP pacientes imunossuprimidos

Devo parar de tomar o medicamento?

Essa é uma conduta individualizada que depende da avaliação médica, existem duas recomendações que estão sendo realizadas pelos reumatologistas, veja:

Não parar o medicamento e tomar a vacina;

Ou parar o medicamento biológico 15 dias antes da primeira dose e retornar 15 dias depois da segunda dose. Mas lembre-se é importante falar com seu reumatologista, pois essa é uma conduta individualizada.

Pacientes em uso de RITUXIMABE não devem tomar a vacina da covid sem a orientação do seu reumatologista.

Qual a melhor marca de vacina?

Não existe melhor marca de vacina indicada para pacientes reumáticos, pacientes com Síndrome de anticorpos antifosfolipídeos e outros distúrbios trombóticos, devem consultar o seu reumatologista antes de tomar a vacina contra a covid.

http://www.reumatologia.org.br/downloads/pdf/SBR-For%C3%A7a-Tarefa-COVID-2.pdf

Esclareça suas dúvidas

Confira na íntegra o comunicado do Governo do Estado de São Paulo, anunciado no dia 05 de maio de 2021: https://www.saopaulo.sp.gov.br/noticias-coronavirus/sp-anuncia-vacinacao-contra-covid-19-de-novos-grupos-com-comorbidades-e-deficiencias-2/

Confira as orientações da Sociedade Brasileira de Reumatologia sobre a vacinação contra a covid em pacientes reumáticos: https://artritereumatoide.blog.br/sociedade-brasileira-de-reumatologia-lanca-guia-com-orientacoes-sobre-vacinacao-contra-a-covid-19-em-pacientes-reumaticos/

Referências:

  • Governo do Estado de São Paulo;
  • Programa Nacional de Imunização – 5º edição (15/03/2021).

 

Deixe o seu comentário